Alfândega arrecada mais de 34 milhões de dólares para cofres do Estado entre janeiro e julho

by -101 views

DÍLI (Timor Post) – A Direção-Geral de Alfândegas do Ministério das Finanças (MF) arrecadou, entre janeiro e julho, mais de 34 milhões de dólares americanos para os cofres do Estado.

O Diretor-Geral de Alfândegas do MF, José Abílio, informou que as receitas são provenientes das atividades de importação e exportação, sendo que a maioria vem da Autoridade Portuária de Timor-Leste.

“A alfândega arrecadou, de janeiro a julho, mais de 34 milhões de dólares americanos para os cofres do Estado”, disse José Abílio ao Timor Post, esta terça-feira (10/08), no seu local de trabalho.

Segundo o responsável, a Direção-Geral de Alfândegas registou, desde 2017, uma queda nas receitas arrecadadas devido ao impasse político e à pandemia da covid-19.

José Abílio mostrou-se ainda esperançado de que, até ao fim do ano, as receitas possam aumentar para, pelo menos, 70 milhões de dólares americanos.

O responsável referiu também que, apesar de o país estar em estado de emergência e confinamento obrigatório devido à situação pandémica da covid-19, a Alfândega garantirá a qualidade dos serviços nos pontos de entrada.

“As equipas essenciais da alfândega continuarão a dar prioridade às importações de mercadorias como medicamentos e outros bens de primeira necessidade”, disse.

Além disso, o diretor afirmou que, antes do desalfandegamento das mercadorias, a instituição procederá em primeiro lugar a uma análise de mercado.

“Vamos desalfandegar em primeiro lugar a vacina contra a covid-19 e os equipamentos de proteção individual em detrimento de outros bens, por exemplo. Temos de criar Procedimentos Operacionais Normalizados para não atrasarmos o seu desalfandegamento”, concluiu. (jho)

No More Posts Available.

No more pages to load.