AIFAESA pede a lojas que não vendam produtos fora de validade

by -87 views

Díli – O Diretor do Departamento de Operações da Autoridade de Inspeção e Fiscalização da Atividade Económica, Sanitária e Alimentar (AIFAESA), Gabriel da Costa, pediu aos proprietários, sobretudo das lojas e supermercados, que não armazenassem e pusessem à venda produtos cujo prazo de validade já expirou, visto que podem prejudicar a saúde pública.

“Informamos sempre os distribuidores das lojas, nomeadamente daquelas que vendem em pequenas quantidades, que nos avisem, caso os seus produtos se encontrem perto do fim da validade. Caso contrário, se forem apanhados no momento de operações de fiscalização, serão processados de acordo com a lei”, afirmou aos jornalistas, na quarta-feira (11/03), no Matadouro.

O responsável deu como exemplo a empresa Lisun que enviou, no passado sábado, uma carta à AIFAESA para que efetuassem a destruição de 1.724 caixas de cerveja Bintang, em Tíbar.

Gabriel da Costa lembrou, de igual modo, que existem apenas duas empresas que deram informações à AIFAESA sobre produtos que já não podem ser vendidos no mercado.

“As empresas Perissos e Lucky Market costumam a informar-nos que os seus produtos já se encontram fora do prazo. Fomos, então, chamados para os destruir”, concluiu. (jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.