Agentes económicos descontentes com redução de transporte marítimo

by -204 views
ilustração

DÍLI (Timor Post) – Os agentes económicos mostram-se apreensivos com a redução do transporte de passageiros e cargas.

“Antes do período pandémico, as autoridades autorizaram mensalmente o transporte de carga até 60 contentores. Mas, durante a crise sanitária, registam-se entre dez a 50 contentores”, afirmou Hun Siu Hing, diretor da loja Star King, em declarações aos jornalistas.

Segundo o responsável, estas restrições contribuem para a rutura de bens e mercadorias, tanto nos armazéns como nas superfícies comerciais, fazendo com que os preços de produtos, sobretudo agroalimentares, subam.

Recorde-se que o Ministério do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI) se reuniu com os agentes económicos para discutirem a escalada de preços dos produtos agroalimentares nos mercados.

“Orientámos já a Autoridade de Inspeção e Fiscalização da Atividade Económica e Sanitária e Alimentar (AIFAESA, I.P) bem como a equipa do MTCI para se encontrarem com os parceiros e empresas importadoras com vista a responder à questão”, disse o Ministro da tutela, José Lucas da Silva.

“Desconhecemos a origem do problema. Por isso, estamos a envidar esforços para o contornarmos”, referiu.

Para José da Silva, o Governo deve garantir a qualidade e os preços de produtos, evitando, desta forma, a especulação de preços durante o período festivo do Natal e do Ano Novo.

Recorde-se que foi registada uma subida de 33% no preço do óleo Bimoli e 14% no de arroz. (jho)

No More Posts Available.

No more pages to load.