Agentes da Polícia de Trânsito tratam das suas próprias fardas

by -54 views

DÍLI- Alguns elementos da Polícia de Trânsito do município de Díli mandam fazer as suas fardas, gastando do seu próprio dinheiro, porque as que foram distribuídas pelo Comando da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) já estão em más condições.

O caso foi denunciado por um elemento da Unidade da Polícia de Trânsito.

“A farda que usamos foi feita no alfaiate, com o nosso próprio dinheiro”, disse ao Timor Post, no sábado (17/10), em Díli.

O agente afirmou que a esta unidade da polícia não tem fardas suficientes, pois, com o trabalho, são obrigados a trocar de uniforme diariamente.

Segundo o agente, o vestuário e o calçado distribuído pelo comando encontram-se em más condições.

“Temos de usar as fardas o dia inteiro. À noite, temos de as lavar para, no dia seguinte, as continuarmos a usar”, contou.

O Diretor-Executivo da Fundação Mahein, João Almeida, disse, por sua vez, que o problema das fardas da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) é uma questão básica que o comando não resolve.

“O Governo aprova as verbas para a PNTL comprar o vestuário, mas o comando compra fardas sem qualidade. Temos de investigar. Alguém tem de se responsabilizar por este problema”, disse.

O dirigente afirmou também que o Governo prevê verbas para estão questão, mas não são gastas com qualidade, o que é uma lição importante para Orçamento Geral do Estado de 2021.

João Almeida acrescentou que, segundo a lei, os membros da PNTL não podem tratar das suas próprias fardas. (res)

No More Posts Available.

No more pages to load.