Agente da PNTL acusado de violação de direitos humanos

by -47 views

DÍLI- A Provedora de Direitos Humanos e Justiça (PDHJ), Jesuína Maria Ferreira Gomes, disse que um agente da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) terá alegadamente violado os direitos humanos.

Jesuína Gomes prestou esta declaração na sequência de uma suposta agressão física perpetrada por um indivíduo fardado de polícia timorense a um cidadão, em Atabae, no Município de Bobonaro, de que a PDHJ teve conhecimento através de imagens de um vídeo divulgado nas redes sociais.

Segundo a provedora, a questão em causa é alvo de monitorização por parte da PDHJ e os resultados serão remetidos num relatório com recomendações dirigidas às partes competentes do Estado.

“Apresentaremos os resultados da monitorização juntamente com as recomendações ao Ministério do Interior, atualmente sob a liderança do Primeiro-Ministro, ao Comandante-Geral da PNTL e ao Presidente da Comissão B, que trata dos Assuntos de Defesa e Segurança no Parlamento Nacional”, disse Jesuína, esta quarta-feira (05/08), aos jornalistas, em conferência de imprensa, no edifício da Comissão Anti-Corrupção (CAC), no Farol, Díli.

A provedora referiu ainda que o Comandante-Geral da PNTL tomou, de igual modo, medidas adequadas em relação a esta questão.

“O caso será julgado em breve. Todavia, há um outro vídeo [de agressão física] que terá sido cometida pelo mesmo autor. A PDHJ pediu, como tal, ao Comando-Geral da PNTL que tomasse medidas rigorosas face a estes casos”, afirmou.

A responsável acrescentou que, segundo informações obtidas, o Comandante-Geral chamou o agente policial, o alegado autor do crime de agressão, para que fosse então finalizado o processo de investigação relativo aos dois casos que terá cometido.

“A PDHJ tem por dever cooperar com a PNTL. Aguardamos, por isso, o relatório de investigação para que possamos acompanhar a questão em causa. Caso haja demora no acesso aos resultados, poderemos iniciar a nossa própria investigação para o primeiro caso, cuja monitorização já foi concluída. O último caso, conforme uma informação veiculada, terá ocorrido no mesmo local do primeiro”, concluiu Jesuína Gomes. (jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.