Académicos: Grande dimensão do Governo afeta desenvolvimento do país

by -30 views

Díli – Os académicos consideram que a grande dimensão do Governo deixa poucas verbas disponíveis para o desenvolvimento do país.

“A estrutura do Governo é grande. Acreditamos que o Executivo não conseguirá, nos próximos dois anos, ter verbas disponíveis para desenvolver o país, prejudicando, assim, o Orçamento Geral do Estado (OGE), pois as verbas chegam apenas para pagar aos governantes, em detrimento de melhorar a vida da população e do país”, afirmou o académico da Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL) Camilo Ximenes, em declarações aos jornalistas, quando questionado, na segunda-feira (01/06), no Campus da UNTL, sobre o facto de o elenco governativo ter mais de 40 membros.

Segundo o analista, o impacto negativo da formação de um novo Governo é uma exigência dos partidos aliados envolverem os seus membros na governação, ocupando cargos de ministros e secretários de Estado.

Também o Reitor da Universidade da Paz (UNPAZ), Adolmando Amaral, pediu aos partidos da coligação que reforçassem o VIII Governo, “não olhando esse apoio como uma oportunidade para ocupar um cargo na estrutura do Executivo, mas sim uma responsabilidade”.

De acordo com Adolmando Amaral, o apoio mútuo deverá resolver as questões que não estão a correr adequadamente, “em vez de se querer apenas a cadeira, o que não é bom para o país nem para o povo”.

O Reitor da UNPAZ referiu igualmente que, caso o apoio tenha por objetivo ocupar um cargo, o Governo não fará nada ao longo de dois anos.

“Se apoiarem por causa de um cargo, posso dizer que não poderão fazer milagres dentro de dois anos. Pior ainda, estão a digladiar-se por uma posição na estrutura do Governo. Talvez, ao levarem o OGE para ser discutido no plenário, possa ser chumbado”, concluiu. (azu)

No More Posts Available.

No more pages to load.