Académico defende formação de novo Governo

by -30 views

DÍLI- Victor Soares, académico da Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL), sugeriu, esta terça-feira (21/01), ao Presidente da República que pusesse fim ao impasse político em Timor-Leste, dando posse a um novo Governo.

“Preferia que não fosse dissolvido o Parlamento Nacional, mas o Chefe de Estado deverá convidar os 65 deputados a tomarem uma decisão e formarem um novo Governo”, disse Victor Soares à jornalista do Timor Post, na UNTL.

Segundo o académico, o Chefe do Estado não deveria tomar a mesma decisão de 2018, de dissolver o Parlamento e convocar eleições antecipadas, pois afetaria a sua imagem.

“Criaram a AMP antes da realização das eleições antecipadas. No entanto, depois de entrarem no Parlamento, divorciaram-se”, lembrou.

“Se a AMP não conseguiu liderar o Governo durante os cinco anos, ‘Lú Olo’ tem de chamar o segundo partido mais votado, a FRETILIN, de modo a avançar para o novo Governo”, acrescentou.

Para o professor universitário, seria também importante que fosse criado um acordo de incidência parlamentar que garantisse a estabilidade de um eventual IX Governo.

“Apesar de o futuro Primeiro-Ministro ser da FRETILIN, deviam ser integrados todos os partidos com assento parlamentar no Governo”, defendeu. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.