Académico da UNPAZ considera insuficiente a decisão do MEJD sobre suspensão do ensino presencial

by -53 views

DÍLI (Timor Post) – O Reitor da Universidade da Paz (UNPAZ), Adolmando Soares Amaral, considera que a decisão do Ministério da Educação, Juventude e Desporto (MEJD) de suspender provisoriamente processo de aprendizagem presencial, não reflete a situação atual, porque não foram consideradas outras atividades.

“O Governo tem de considerar a atual situação, antes de tomar decisões. O MEJD está relutante com a tomada de decisão, porque não reflete a situação atual na sua totalidade”, disse Adolmando Amaral aos Timor Post, na passada quinta-feira.

O académico pediu ao MEJD que analise a decisão sobre a suspensão do processo de aprendizagem presencial, porque o ministério não condicionou outras atividades, nomeadamente a feira em Comoro.

“O ministério da educação não tem seriedade ao tomar esta decisão. Peço ao MEJD que esteja a par da realidade, para não tomar decisões de forma imediata. A Covid-19 ameaça apenas os estudantes? Ou todas as pessoas?”, questionou o Reitor da UNPAZ.

O universitário referiu ainda que o executivo não dá prioridade aos recursos humanos do país, porque os estudantes não têm acesso à educação mais adequada. Destaca também que o Governo deve preparar condições para os alunos cumprirem o protocolo de saúde na prevenção da covid-19.

“Não podemos suspender o processo de aprendizagem presencial, porque o país precisará, nos próximos 20 anos, de recursos humanos de qualidade. Com decisões como esta, enfrentaremos problemas de recursos humanos no futuro”, concluiu. (kyt)

No More Posts Available.

No more pages to load.