Clínica do Bairro Pité pede apoio financeiro a Ministério da Saúde

by -78 views

DÍLI- A Clínica do Bairro Pité apresentou uma proposta ao Ministério da Saúde para apoio financeiro.

“Neste momento, estamos a envidar esforços para obter apoio financeiro do Ministério da Saúde. Foi anexado um memorando de entendimento ao esboço da proposta e estamos a negociar. Já fizemos uma reunião com a Ministra da Saúde, no dia 20 de julho, para que pudéssemos finalizar esse documento”, afirmou o gestor da Clínica do Bairro Pité, Inácio dos Santos, na passada sexta-feira (07/08), no Bairro Pité.

O dirigente acrescentou que, de acordo com este esboço, que espera ver finalizado em duas semanas, o ministério poderá vir a facultar um apoio financeiro à clínica através do Fundo Covid-19.
“Já temos problemas com o financiamento ainda antes do falecimento do médico Daniel Murphy. Estamos, de qualquer forma, empenhados em que a clínica possa funcionar dentro da normalidade através do apoio do Gabinete do Primeiro-Ministro”, disse.

Segundo Inácio dos Santos, a clínica tem já, contudo, usufruído do apoio do Ministério da Saúde, através da disponibilização de recursos humanos e medicamentos.

“Temos dificuldades ao nível de decisões políticas e financeiras, mas não constrangimentos técnicos, nomeadamente com medicamentos, equipamentos médicos e profissionais de saúde, porque temos recebido o apoio do Ministério da Saúde”, disse, acrescentando que o Serviço Autónomo de Medicamentos de Saúde (SAMES) tem disponibilizado fármacos.

“O Serviço do Município de Díli dá-nos apoio com pessoal de saúde, nomeadamente médicos, enfermeiros e técnicos de laboratório, assim como com medicamentos”, referiu.

De acordo com o responsável, a clínica procura igualmente apoio financeiro de parceiros internacionais.
O dirigente defendeu também que, apesar da morte do médico fundador, os profissionais de saúde desta clínica possuem já competências de gestão.
“A maioria das pessoas mostrou-se preocupada com a possibilidade de o falecimento do médico Daniel Murphy poder prejudicar o funcionamento desta clínica. Contudo, já trabalhávamos há muitos anos com Daniel Murphy. Temos experiência suficiente para gerir esta clínica”, sustentou.

A Clínica do Bairro Pité dá assistência a grávidas e faculta tratamento gratuito, entre outros, a doentes de VIH/SIDA, leucemia, tuberculose e má nutrição, estes dois últimos problemas de saúde com uma elevada prevalência em Timor-Leste.

A clínica tem vivido com dificuldades financeiras, sobretudo a partir de 2017, ano em que deixou de contar com o apoio financeiro australiano. Desde então, tem recebido ajuda governamental, nomeadamente do Gabinete de Apoio à Sociedade Civil do Gabinete do Primeiro-Ministro. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.